Biblioteca Escolar de Nevogilde
13.3.10

      Poeta

 

                    Álvaro Feijó           

 

 

 

Nascido a 5 de Julho de 1916, em Viana do Castelo, morreu, a 9 de Março de 1941, quando ainda não completara os vinte e cinco anos de idade. Apesar do seu rápido percurso poético, viveu em Lousada e legou-nos uma colectânea de versos de especial importância na poesia portuguesa do século XX. Publicou em vida um único livro de versos - “Corsário”- em 1940.

  
 
ERA UMA VEZ
 
 
Na lousa negra onde o menino escreve
o giz passou, cantando,
suave, calmamente iluminando
o fundo negro num conceito breve.
 
Veio a esponja…Lavou!
 
A lousa negra onde o menino escreve
é tal qual eu sou!...
 
 
Coimbra, Janeiro de 1939
 

 

link do postPor benevogilde, às 18:49  comentar

 
mais sobre mim
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


blogs SAPO